Apresentação (Leia - Importante)

Caro(a) leitor(a),


Este espaço revela aquilo que eu mesmo penso, sinto e experiencio, não constando aqui verdade alguma, mas apenas conceitos, observações, limitações, experiências, crenças, caminhos, métodos que pude testar em mim e diante destes, os apresento aqui.

O saber oriundo da minha experiência revela-se para mim, em primeiro lugar e em segundo, para você. Então aquilo que você pensa, sente e vive está em primeiro lugar em relação a mim e a tudo que escrevo.

Portanto eu sou autoridade diante de mim mesmo e você é autoridade diante de você mesmo. Tudo o que existe dentro de você é superior a tudo o que exponho aqui. Porque o que exponho aqui é o resíduo organizado de tudo o que penso, sinto e pude vivenciar. E tudo o que tomar como verdade daquilo que não é verdadeiro, mas sim, resíduo de minha verdade interna, não lhe ajudará a se encontrar.

Verdade é uma terra realmente sem donos. Inexiste guru, chefe, líder, professor ou pesquisador que saiba de fato alguma coisa e que ensine aquilo que esteja dentro dele. O que se ensina é o resíduo. E nenhum resíduo pode ser uma verdade.

Então eu e você estamos finalmente livres para sermos quem somos e para construirmos cada um a própria perspectiva de realidade e desconstruirmos, assim que discernirmos que seja assim o melhor caminho.

O ensino é a transmissão de resíduos feita pelo professor, mestre ou guru, mesmo que bem intencionado, ao aluno. O aluno é aquele que é doutrinado, seduzido ou inclinado a acreditar que os resíduos são saberes corretos e verdadeiros.

Então que precisamos colocar o ensino em seu lugar correto (como transmissão de resíduo), para que possamos lidar com o saber verdadeiro que existe antes de ser resíduo da fala, da escrita e do pensamento (fala interior). Este saber existe em cada um de nós, dentro de cada um em sua particularidade.

O método sempre será o mesmo para todos. Inexiste um método para a verdade. Cada um tem a tarefa inalienável de construir o seu próprio método para a verdade. E se eu construí o meu, este serve para mim. E se eu acredito que o meu serve para todos, então estou a ensinar o resíduo de meu método.

Este espaço é o meu método, que serve para mim, e que custou o meu afastamento de toda e qualquer instituição que dizia ter "o método". Eu o construí ao longo dos milênios e ele serve exatamente para mim, por enquanto. Todo método é temporário e tende a mudança. 

Eu transmito aqui o resíduo de meu método, ou aquilo que é possível de ser transmitido na forma escrita. A totalidade da experiência interna associada ao método é realmente impossível de ser ensinado.

Portanto, se está procurando um método fora de você, de forma que você possa se apropriar e finalmente dissolver o seu sofrimento e encontrar o sentido de sua vida, esquece. O seu método já existe. Você o vem desenvolvendo ao longo de muitas vidas.

Se o meu intento de escrever neste espaço servir para que você mesmo se motive a desenvolver e sistematizar o seu próprio método, aquilo que eu podia ensinar foi ensinado. Ensinar que é com você. As minhas 1000 experiências são inúteis perto de uma só experiência sua. E é para a direção de sua experiência que você precisa se mover. Eu exponho as minhas e digo como me movi até elas, de forma que você possa tentar fazer o mesmo. Mover em direção até você mesmo e conhecer-se em profundidade.

Não importa se a Parapsicologia, Conscienciologia, Filosofia, Projeciologia apresentam saberes complexos e aparentemente verdadeiros. A sua experiência e tudo o que ocorre dentro de você está em primeiro plano e estas ciências e seus gurus, mestres e professores, em segundo. É neste território que repousa a sua coragem, a minha coragem e a capacidade de estar a sós consigo em paz. É neste território que repousa o seu e o meu discernimento capaz de nos mover para caminhos que estão de acordo com a verdade interna de cada um de nós.

Se os métodos, caminhos e qualquer outra coisa aqui exposta neste espaço, lhe sirva como inspiração para você se mover para dentro de si em profundidade, ótimo. É isto que desejo ensinar, nada mais. E se o que apresente aqui esteja parecendo ou eu mesmo esteja fazendo com que pareça uma verdade, então não se deixe seduzir. Nada que está escrito aqui é verdadeiro.

O que está escrito aqui neste espaço é um resíduo, como disse acima, da verdade que ocorre dentro de mim. Até mesmo quando falo de outros, falo de mim mesmo, como observador daquilo que observo e escolho observar e não do outro propriamente dito.

E se não existe verdade sendo falada por ninguém, então que o caminho natural é que as pessoas abandonem os mestres, gurus, pastores, professores e comecem a autodirigir sua própria aprendizagem, experiência e vida de acordo com sua verdade interna e assuma as conseqüêencias de seus atos.

Este espaço adentra em campos avançados da experimentação consciencial, especialmente a parapsíquica, projeciológica e holocósmica direta e reflexões epistemológicas, metodológicas e filosóficas de ordem transcendente, científica e paracientífica, e porque não dizer no âmbito da religião cósmica (EINSTEIN, 1953). Procura entrar também no Yoga enquanto sistemática integral ou método geral da Holocosmologia experimental. Mas não o Yoga aguado, mas o Yoga real, verdadeiro, científico, sistematizado por Patañjali.

Acredito que meu intento se estabelece quando procuro unir definitivamente campos que estão sendo tratados com tamanha distância e separatividade. O leitor atento compreenderá este aspecto. Outra questão que permeia minha vida e meu trabalho: 


Inexiste doutrina capaz de dar conta do Infinito e do mistério da existência holocósmica. 

Então meu amigo leitor, considere este intento um grande ensaio e, como ensaio, nada aqui é definitivo, inexiste aqui algo como "verdade", mas transduções de realidades, conversões e traduções de campos translingüisticos avançados, pelo menos para mim.

Os ensaios, portanto, se dirigem a um público interessado no campo de ciência experimental avançada da consciência e no campo holocósmico, cosmoprojeciológico e cosmonáutico. Dirige-se àqueles que estão propensos a repensar seus modelos internos de mundo, sua cosmologia pessoal, interna; àqueles que anseiam por um tipo de compreensão que transcende o estabelecido e ultrapassa os limites da inteligibilidade humana e migra para a extra-humanidade. Os ensaios compõe toda minha produção dinâmica na área e quem tiver a vontade, o sentimento, desejo, disposição e coragem de compreender o que está escrito aqui, poderá estudar o conteúdo integral deste espaço. Acredito que se a pessoa se empenhar no estudo destes ensaios, ela mesma poderá experimentalmente compreender a holocosmologia.


De qualquer forma, se quiser se aventurar neste campo, sinta-se a vontade e desejo-lhe ótimos estudos!


Nós somos livres.

Fernando Salvino.